A perda de gelo na Groenlândia

26 de Agosto de 2020



A camada de gelo da Groelândia tem perdido massa em níveis acelerados no século XXI, fazendo com que seja o principal contribuidor para o aumento dos níveis dos mares. Segundo dados publicados na revista científica Nature Communications Earth & Environment, as camadas de gelo encolheram a um ponto irreversível.

Esta perda vem acontecendo por décadas, mas, depois dos anos 2000, o ritmo tem acelerado e isso é uma consequência das mudanças climáticas. Se todo o gelo da Groelândia derretesse, o mar teria um aumento de nível de 6 metros, em média, o que é suficiente para inundar muitas cidades costeiras ao redor do mundo.

O estudo descobriu, através da análise de dados de 234 geleiras ao longo de 34 anos, que a neve anual não é mais suficiente para reabastecer as geleiras com neve e gelo perdido no derretimento do verão. Por isso, as reduções de emissões se fazem ainda mais necessárias, podendo desacelerar o derretimento. Mesmo que não seja possível reconstruir a camada de gelo da Groenlândia, é preciso considerar o rápido aumento do nível do mar e em como isso atingirá as populações costeiras.

A situação atual das geleiras da Groenlândia é um grande alerta para a humanidade.

 

Leia o artigo original, em inglês.



Notícias
Contato

Rua Góes Monteiro, 394 | Sala 103
São Francisco | Bento Gonçalves | RS
Fone (54) 3452.1008
ambiental@ambientalsc.com.br
Links úteis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Ambiental Eco Preservação | Todos os direitos reservados